Página inicial | Mapa do site
EMERGÊNCIAS | SOS USUÁRIO | INFORMAÇÕES 24H: 0800 021 0278
  • ADIADA PARA AMANHÃ INTERVENÇÃO NA BR-116/RJ PARA TRAVESSIA DE CABOS ELÉTRICOS NO TRECHO ENTRE TERESÓPOLIS E ALÉM PARAÍBA


    A CRT avisa aos usuários da Rodovia Santos Dumont (BR-116/RJ) que foi adiada devido ao mau tempo para esta quinta-feira (02/07) as intervenções, previstas inicialmente para hoje (01/07), no Km-55,2 (Ponte Nova) para travessia de cabos de energia elétrica da região. Serão realizados ao todo quatro fechamentos no tráfego das duas pistas de rolamento, por cerca de 15 minutos cada, no período entre 13h e 16h.
    A CRT sugere que os usuários planejem seus deslocamentos com alguma antecedência em função de possíveis retenções. O local estará devidamente sinalizado e equipes da concessionária serão mantidas no trecho para orientação dos motoristas. Para outras informações os usuários da BR-116/RJ devem ligar nos números 0800-0210278 e 0800-0210279 (deficientes auditivos e de fala), que funcionam em plantão 24h.

  • CRT MANTÉM INTERVENÇÕES NO TRECHO DA SERRA PARA RECONSTRUÇÃO DO PAVIMENTO RÍGIDO

    A Concessionária Rio-Teresópolis (CRT) avisa aos usuários da Rodovia Santos Dumont (BR-116/RJ) que serão mantidas as intervenções no tráfego da Serra para possibilitar o serviço de reconstrução de placas do pavimento rígido no trecho.

    Os serviços serão executados entre 8 e 18h, em diferentes pontos ao longo do trecho entre os quilômetros 103,8 e 90 (Serra), em ambos os sentidos. Nos pontos com terceira faixa, o tráfego será feito com desvio de pista e nos trechos em que não houver, será utilizado o sistema de pare e siga. A previsão de duração é até 31 de julho, podendo ser adiado em caso de chuvas. Durante os finais de semana o serviço será suspenso.

    O local estará devidamente sinalizado e equipe da CRT atuará na orientação dos motoristas. Outras informações podem ser obtidas pelos números 0800-0210278 e 0800-0210279 (deficientes auditivos e de fala), que funcionam em plantão 24h.

  • BR-116/RJ TEM INTERFERÊNCIA NO TRÁFEGO PARA SERVIÇOS NO PAVIMENTO


    Em continuidade aos serviços de manutenção do pavimento em trechos da Rodovia Santos Dumont (BR-116/RJ), a CRT informa que, a partir do próximo dia 01 de julho, dará início aos serviços de remendos localizados, com aplicação de micro revestimento asfáltico, em trechos alternados, entre 7h e 17h. A previsão é de que essas intervenções prossigam até 20 de março de 2021.
    Na Baixada Fluminense, os serviços serão executados do quilômetro 104 ao 144, em ambos os sentidos. Neste trecho, que é de pista dupla, haverá somente interdição alternada de uma das faixas de rolamento. Entre o km-137 e o km-104 a interdição será com o tráfego em meia pista e o mesmo será feito do quilômetro 137 (Jardim Anhangá) ao 144 (Entroncamento com a BR-040), sendo que em horário noturno.
    Já no trecho Teresópolis-Além Paraíba, os serviços serão executados do Km-2,5 ao Km-89 nos dois sentidos da via. Neste segmento, que tem pista simples, haverá a necessidade da implantação de sinalização em pare e siga.
    Em toda rodovia, durante os finais de semana e feriados, o serviço será suspenso. Casos excepcionais serão previamente comunicados.
    Haverá sinalização nestes locais e equipes da CRT atuarão na orientação do tráfego. Para qualquer outra informação os usuários da BR-116/RJ devem ligar para os números 0800-0210278 e 0800-0210279 (deficientes auditivos e de fala), que funcionam em plantão 24h.

  • TRECHOS DA BR-116/RJ TÊM INTERFERÊNCIA NO TRÁFEGO PARA RECUPERAÇÃO DE PAVIMENTO


    A Concessionária Rio-Teresópolis (CRT) dá continuidade ao serviço de manutenção do pavimento e pintura de faixas em trechos da Rodovia Santos Dumont (BR-116/RJ), com a necessidade da implantação de pare e siga e meia pista em alguns locais, entre 7h e 17h. A previsão é de que essas intervenções prossigam até 20 de março de 2021.
    A recuperação do pavimento, com fresagem e aplicação de CBUQ, acontecerá na Baixada Fluminense, do quilômetro 104 ao 144. Neste trecho, que é de pista dupla, haverá somente interdição alternada de uma das faixas de rolamento. No trecho entre o km-122 e o km-104 a interdição será no sentido Teresópolis com o tráfego em meia pista. O mesmo será feito do quilômetro 137 (Jardim Anhangá) ao 144 (Entroncamento com a BR-040), em ambos os sentidos, com interdição de uma das pistas, só que em horário noturno.
    Já no trecho Teresópolis-Além Paraíba, os serviços serão executados do Km-2,5 ao Km-66 nos dois sentidos da via. Neste segmento, que tem pista simples, haverá a necessidade da implantação do pare e siga.
    Além da fresagem e recapeamento, será realizada a pintura das faixas de sinalização em cada trecho concluído. Além disso, durante os finais de semana e feriados o serviço será suspenso. Casos excepcionais serão previamente comunicados.
    Haverá sinalização nestes locais e equipes da CRT atuarão na orientação do tráfego. Para qualquer outra informação os usuários da BR-116/RJ devem ligar para os números 0800-0210278 e 0800-0210279 (deficientes auditivos e de fala), que funcionam em plantão 24h.

  • CAMINHONEIRO PARTICIPE DA PESQUISA


    Participe da pesquisa independente "Riscos à Saúde de Motoristas de Cargas em Tempos de Corona Vírus". Basta acessar o link https://forms.gle/48zFctkP6BUSu8879 , no computador ou celular, para ter acesso ao questionário da pesquisa, que leva apenas alguns minutos para ser respondida.

    FONTE: Adriana Modesto (Dra. em Transportes e Ma. em Ciências da Saúde pela Universidade de Brasília - UnB

    A CRT não tem responsabilidade pelo conteúdo em questão.

  • COMBATE AO CORONAVÍRUS:

    PREVINA-SE!

    * LAVE AS MÃOS COM ÁGUA E SABÃO COM FREQUÊNCIA OU USE ÁLCOOL GEL 70%.

    * EVITE LEVAR AS MÃOS AOS OLHOS, NARIZ E BOCA.

    * CUBRA A BOCA E NARIZ AO TOSSIR OU ESPIRRAR.

    * LIMPE E DESINFETE OBJETOS E SUPERFÍCIES TOCADAS COM FREQUÊNCIA.

    * NÃO COMPARTILHE OBJETOS DE USO PESSOAL.

    * COLABORE. EVITE SAIR DE CASA.

    * EM CASO DE DÚVIDAS LIGUE PARA 136 - DISQUE SAÚDE.

  • ATENÇÃO CAMINHONEIROS: BAIXE O APLICATIVO INFRABR E TENHA ACESSO À INFORMAÇÕES RELEVANTES

    O InfraBR Caminhoneiro é um aplicativo gratuito do Ministério da Infraestrutura, desenvolvido e mantido pelo Serpro e tem como objetivo oferecer aos usuários uma plataforma de celular de fácil acesso a funcionalidades do dia a dia do caminhoneiro. Esse APP é o principal canal de comunicação entre o Governo Brasileiro e os caminhoneiros de todo o Brasil.
    Baixe grátis o APP InfraBR e tenha tudo o que precisa na palma da mão.

A empresa | Contatos | Apresentação | O que é Concessão Rodoviária | Contrato/PER

 Programa Brasileiro de Concessões Rodoviárias 

O Programa Brasileiro de Concessões de Rodovias teve início na década de 90 como alternativa à falta de recursos federais para a recuperação, melhoria, manutenção e expansão da malha rodoviária nacional. O Brasil tem o segundo maior conjunto de rodovias no mundo, sendo que, deste, atualmente mais de 14 mil quilômetros são em rodovias concedidas, operadas por 51 empresas, que já investiram cerca de R$ 16 bilhões em 15 anos. Segundo dados do Coppead (Instituto de Pesquisa e Pós-Graduação em Administração de Empresas da Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ), o modal rodoviário responde por cerca de 60% do volume de cargas transportadas no Brasil.

O Sistema de Concessão permite a transferência, por meio de licitação, de um serviço ou bem público à iniciativa privada por prazo determinado (a propriedade continua sendo da União). No caso das rodovias, este prazo está entre 20 e 30 anos, após o qual o contrato poderá ser renovado ou não. Caso não haja esta renovação, o bem ou serviço volta à responsabilidade do poder concedente (governo), incorporando-se nesta transferência todas as benfeitorias executadas (obras, instalações, equipamentos e frota, entre outros). 

A atuação das Concessionárias Federais de Rodovias é regulamentada e fiscalizada pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), do Ministério dos Transportes. Este sistema foi adotado no País como alternativa para recuperar e aprimorar parte significativa da malha rodoviária brasileira, uma vez que as rodovias encontravam-se num nível alto de degradação, devido à falta de investimentos públicos. Com o fim do Fundo Rodoviário Nacional, em 1988, cujos recursos eram obrigatoriamente aplicados nas rodovias, não havia outra fonte de recurso disponível, a não ser a capacidade de investimento da iniciativa privada.

Pelas rodovias brasileiras são transportadas, anualmente, 1,2 bilhão de pessoas, ou seja, 95% de todo o transporte de passageiros do País.

    

   

 

 
CRT - Concessionária Rio-Teresópolis © Copyright 2010 - Todos os direitos reservados. local | Webmail